DENÚNCIA

Estátuas de bronze são roubadas das praças de Belém

Parte do patrimônio histórico de Belém está sendo dilapidado por vândalos. Trata-se das estátuas de bronze, monumentos presentes nas praças e parques de Belém. A denúncia foi feita por Zé Carlos em uma rede social.

O caso mais emblemático refere-se às estátuas modernistas presentes na Praça Floriano Peixoto, na frente do mercado de São Brás. Primeiro roubaram a cabeça e logo depois levaram as duas estátuas. Ninguém foi penalizado pelo ato.

Outro caso aconteceu na praça dos Escoteiros, vizinha da Praça Waldemar Henrique, no centro de Belém, a estátua que homenageia os escoteiros foi levada inteira sem que chamasse a atenção de alguém.

Em Belém existem muitos estabelecimentos que compram cobre de equipamentos eletrônicos velhos. Uma estátua como a do Escoteiro deve render ao bandido uma grande quantia em dinheiro no mercado negro.

Zé Carlos cita outros exemplos como na Praça Milton Trindade que também sofreu com vandalismo. Ele cobra mais segurança, vigilância e empenho das autoridades para investigar os casos e prender os culpados.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar