BELÉMColuna

Um plano maligno contra Edmilson Rodrigues

O jornalista Gerson Nogueira denunciou na sexta-feira, 19, em sua badalada coluna Repórter Diário, no jornal Diário do Pará, um esquema que está sendo montado entre “tucanos e bolsonaristas” para difamar o eficiente governo de Edmilson Rodrigues (PSOL). E deputado estadual Bordalo (PT) ainda dá ênfase nessa história mirabolante.

Vejam só: segundo prestigiado jornalista, os dois polos que costumam se lançar farpas e dizer cobras e lagartos uns aos outros nas redes sociais resolveram, em um inusitado pacto, unirem-se contra o alcaide ED 50.

Qual o plano sinistro denunciado pelo Gerson Nogueira? “Vamos espalhar lixo em cada bairro de Belém, tirar fotos e fazer vídeos e acusar a atual prefeitura pela sujeira”.

E mais, o plano já teria sido colocado em prática em alguns trechos da cidade, como na praça Brasil e na avenida Pedro Miranda. 

Alertem a população, cuidado! Se virem lixo na rua, já sabem: foram os tucanos bolsonaristas!!

“Os bolsonaristas estão chegando, estão chegando os bolsonaristas, os tucanos-bolsonaristas estão chegando” (parodiando a famosa música de Jorge Benjor)

Acreditem, não é um roteiro de filme de espião e nem sci fi lado B, do tempo da Guerra Fria em que os aliens se transformam em pessoas para dominar o mundo. A tese foi escrita por um jornalista e publicada em um jornal de grande circulação no estado do Pará.

Fico imaginando quando as crises no governo começarem a surgir com mais evidência, qual será a desculpa? Que Edmilson foi abduzido e esse que está aí na Prefeitura é um clone?

Alertem a SWAT, o MI6 ou a Milícia Cabana, tranquem os portões. Será que os tais tucanos-bolsonaristas estão inundando a cidade de Belém também e por isso há tantos alagamentos?

Bem, tem uma outra tese também, essa bem mais simples, sem delírios paranoicos, histeria, sem complexo de James Bond ou  Hitchcock.  

Talvez, o prefeito Edmilson seja melhor crítico do que gestor. Talvez, mas só talvez, as pessoas que jogam lixo na rua, infelizmente, sejam de todos os partidos e ideologias e não apenas tucanos e bolsonaristas. Talvez o prefeito Edmilson não seja lá muito bom em assumir erros e prefira empurrá-los  a terceiros.

Talvez , relembrando o ano de 1998, com a empresa Emparsanco com suas terceirizadas irregulares, que deram ensejo à criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Belém, que ficou conhecido como CPI do Lixo, seja bom ficar bem de olho em quem tem interesse nesse “lixo”.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar