CRIME

Preso em Santa Catarina, acusado de assassinar investigador da PC é transferido para o Pará

Uma ação conjunta entre as polícias civis dos estados do Pará e Santa Catarina resultou na prisão de um homem indiciado pelo crime de homicídio contra um investigador da Polícia Civil do Pará, ocorrido em dezembro de 2017. O preso foi transferido para o Pará na madrugada desta terça-feira, 27.

O homem recebeu a voz de prisão após diligências de agentes das duas unidades federativas darem cumprimento ao mandado de prisão preventiva por ordem judicial expedida pela 3ª Vara do Tribunal do Júri de Belém.

Os trabalhos contaram com participação de agentes da Divisão de Homicidios, Divisão de Repressão a Furtos e Roubos, Diretoria de Inteligência da Polícia Civil (DIC-Brusque) do estado de Santa Catarina.

O investigador da Polícia Civil Mauro da Cunha Câmara, de 46 anos, então lotado na delegacia de Santo Antônio do Tauá, foi morto a tiros em dezembro de 2017 em frente a um depósito de bebidas, na Alameda Principal, no Conjunto Maguari, em Icoaraci.

Fonte: Roma News

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar