NOTÍCIASREGIONAL

Onça-preta fêmea é levada do Pará para acasalamento com macho em São Paulo

Sheilla é uma fêmea de onça-preta que vive no Parque Zoobotânico da Vale, em Parauapebas, no Pará.No último dia 15 de julho, ela iniciou uma longa viagem até São Paulo. O trajeto começou com 200 km por terra até o aeroporto de Marabá, depois cerca de sete horas de voo para a capital paulista, e ainda mais 600 km em direção ao Parque Ecológico Municipal de Americana, seu destino final.

O objetivo dessa longa jornada foi para que ela conhecesse Pantanal, um macho, que até agora vivia sozinho. A expectativa é que os dois formem um casal e gerem filhotes para ajudar na reprodução dessa espécie tão ameaçada no Brasil.

“São ações muito importantes para a conservação da espécie. Vale ressaltar que os animais que chegam a estas instituições são provenientes do tráfico, permutas ou porque nasceram em cativeiro. Nenhum animal foi retirado da natureza”, explica o biólgo Tarcísio Rodrigues, do Parque Zoobotânico Vale.

O encontro de Sheilla e Pantanal faz parte de um programa de trocas e doações entre zoológicos de todo o país. Como os dois são originários do bioma amazônico, estavam aptos ao pareamento, pois os especialistas só unem espécies originárias do mesmo bioma.

Até encontrar de fato com Pantanal, Sheilla ficará por um período em quarentena como explica Rodrigues. “A aproximação entre os dois será gradual. Ficarão em recintos diferentes e se conhecerão através de grades, tudo feito com muito cuidado. Mas se tudo der certo, poderão conviver juntos e no futuro, teremos boas notícias sobre filhotes”.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar