DENÚNCIAPará

Helder Barbalho acaba com graça de Igor Normando e nomeia outro à presidência da Fundação Tancredo Neves

A notícia caiu como uma bomba no meio “internético” em Belém, na manhã de sábado, 6. Primeiro foi no site do “lambaio dos Barbalho”, Sávio Barbosa, que noticiou, em primeira mão, que Lorena Marçal, namorada do recém-eleito vereador Renan Normando, e ex-esposa do deputado estadual Miro Sanova, seria a nova presidente da Fundação Cultural do Pará, antiga Fundação Tancredo Neves (FCPTN), que é a cota do partido Podemos no governo estadual, liderado pelo deputado estadual e primo do governador do Pará, Helder Barbalho (MDB).

Veja aqui: https://saviobarbosa.com.br/fundacao-cultural-do-para-sob-nova-direcao/

Mas como a internet ainda é lugar de indignação de muitos, os protestos contra a nomeação de Lorena Marçal, fizeram com que o governador Helder Barbalho, mais uma vez, voltasse atrás e nomeasse outro nome para a presidência da FCPTN, o funcionário concursado e de carreira na Fundação, Guilherme Relvas.

Guilherme Relvas será o novo presidente da Fundação Tancredo Neves

Acompanhe como foi:

Lorena seria a substituta do ex-presidente da Fundação, o advogado João Marques, que é amigo de infância de Igor Normando. João estava presidente desde o início de 2019, quando começou o governo Helder Barbalho.

Na nota de Sávio, inclusive, os cargos de direção da Fundação já estavam todos loteados, e aparecia o nome de Guilherme Relvas.

Carta anônima – Acontece que, também no sábado, 6, várias redações de site e blogs independentes em Belém, como o do jornalista Lúcio Flávio Pinto, Diógenes Brandão, David Mafra e outros, assim como, nós, aqui da redação do ParáWebNews, recebemos uma carta sem assinatura, mas totalmente completa com os links para que sejam comprovados, mostrando a farra que está sendo feita na FCPTN, Fundação Curro Velho e Casa da Linguagem, cujas oficinas estão sendo entregues a membros do partido Podemos, com o valor médio de R$ 7.200,00 – quando a média de oficinas OFICIAIS nesses institutos é de R$ 1.200,00.

Carta enviada à redação do ParáWebNews

O valor desses pagamentos irregulares de oficinas, desde 2019, já ultrapassaram o valor de mais de R$ 1 milhão e 200 mil Reais. Tudo pago a filiados do Podemos.

Veja a reportagem aqui: Podemos, de Igor Normando, faz farra de pagamentos de oficinas na Fundação Tancredo Neves

Com a gritaria na internet, e como o governador Helder Barbalho pode ser tudo, mas burro não é, e é o que se chama de “rato das redes sociais”, neste domingo, 7, por volta de meio dia, o governador publicou no Twitter:

Veja aqui:

No print da nota publicada pelo ‘puxa sacos’ do Barbalho, Sávio Barbosa, Guilherme Relvas aparecia como diretor de Interação Cultural, que é uma espécie de vice-presidência da Fundação Tancredo Neves.

Nas redes sociais, a notícia de Guilherme Relvas como presidente da FCPTN foi recebida com alívio e comemoração.

Quem também se manifestou nas redes sociais foi o deputado Igor Normando, negando, é claro, todas as acusações feitas contra ele. O vídeo está no perfil dele no Instagram.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar