REGIONAL

Com fim de medida provisória, Tarifa Social deixa de ter desconto de 100% na conta de energia no Pará

Belém (PA) – Mais de 802 mil consumidores paraenses que fazem parte do programa Tarifa Social de Energia Elétrica no Pará voltam a ter o benefício de até 65% de desconto na conta a partir deste mês de julho. Durante os meses de abril, maio e junho, devido a pandemia, o desconto foi de 100% no consumo até 220kw, conforme Medida Provisória do Governo Federal.

Com o fim da Medida Provisória, a concessionária de energia Equatorial alerta para que os consumidores continuem economizando para diminuir os impactos da conta de luz no orçamento familiar.

Desconto acabou – “Com o fim do desconto de 100% na tarifa, é normal que a conta de energia volte ao patamar anterior à pandemia do novo coronavírus. Então, é importante que as famílias não desperdicem energia elétrica e adotem hábitos como desligar a luz ao sair dos ambientes, abrir a porta da geladeira apenas quando já souber a sua necessidade, manter a temperatura do ar condicionado em 23º graus, que é onde o consumo é menor e ainda optar pela utilização de equipamentos eletroeletrônicos com o selo A do Procel, que indica os aparelhos mais econômicos”, explica o gerente de relacionamento com o cliente, Haroldo Nobre.

Tarifa Social – Para fazer parte do programa Tarifa Social de Energia Elétrica e ter descontos na conta, é necessário ser inscrito no CadÚnico, que concede o número do NIS e, ter renda familiar de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50). Para fazer o cadastro é importante que o NIS esteja ativo

Outro pré-requisito é ser idoso ou deficiente que receba o Benefício da Prestação Continuada (BPC) com renda mensal por pessoa, inferior a um quarto do salário mínimo (R$ 261,25).

As famílias inscritas no CadÚnico que tenha portador de doença que necessite de aparelhos ligados à energia elétrica de forma continuada, com renda mensal de até três salários mínimos também podem receber o benefício, assim como as famílias indígenas e quilombolas inscritas no Cadastro Único com renda menor ou igual a meio salário mínimo por pessoa da família ou que possuam, entre seus moradores, algum beneficiário do BPC.

A Equatorial Energia Pará disponibiliza o cadastro na Tarifa Social por meio do site, pelo WhatsApp, pelo número (91) 3217-8200 e fazer o cadastro de forma rápida e prática com a assistente virtual Clara ou ainda pela Central de Atendimento, no 0800 091 0196.

Fonte: G1 Pará

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar