CONTRATOS SEM LICITAÇÃOCRIMEDENÚNCIA

Toffoli revoga prisão de secretário e mais 5 presos na Operação S.O.S

Em decisão monocromática tomada agora à noite, o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, determinou a soltura do secretário de Transporte Antônio Pádua, e mais 5 presos na Operação S.O.S, deflagrada na última terça-feira, 29.

Além de Pádua, a decisão tira da prisão temporária Parsifal de Jesus Pontes, Peter Cassol Silveira; Nicolas André Tsontakis Morais e Nicholas André Silva Freire.

Quem entrou com habeas corpus foi Leonardo Martins e a decisão do STF serviu para todos os presos. No último sábado, 3, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) prorrogou por mais cinco dias a ordem de prisão temporária.

OPERAÇÃO S.O.S

A investigação se refere ao período de agosto de 2019 a maio de 2020, em 12 contratos celebrados entre o Governo do Pará e Organizações Sociais ligadas ao grupo investigado, totalizando o valor de R$ 1.284.234.651,90 bilhão. Os investigados são empresários, o operador financeiro do grupo, integrantes da cúpula do Governo do Pará, além do próprio governador Helder Barbalho.   



Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar