NOTÍCIAS

Sargento da PM acusado de vários crimes sofre atentado em Santarém

Um sargento da Polícia Militar do Pará identificado como Gilson dos Santos Soares, atualmente lotado na 1ª Companhia Independente de Policiamento Ambiental (Cipamb) sofreu uma tentativa de execução na manhã desta terça-feira, 8, em Santarém, região Oeste do Pará.

O policial militar carrega um currículo polêmico dentro da instituição e é alvo de várias denúncias no decorrer de sua carreira, entre elas homicídio, homicídio qualificado, ameaça, tráfico e uso indevido de drogas e está sendo investigado pela Corregedoria da Polícia Militar por falsificação de documento de cautela de armas no batalhão de Santarém. Gilson foi acusado pelos crimes de homicídio qualificado e tentativa de homicídio. Em 28 de junho de 2018 ele foi apontado como o autor dos disparos que mataram Sonia da Silva Viana e feriram outras cinco pessoas.

Neste ano outra polêmica envolvendo o nome do militar foi denunciada a Corregedoria Militar do Pará de que o militar teria cometido crimes de Assédio moral, venda de vaga, ameaça de morte, falsificação de documentos e tortura no Batalhão Ambiental de Santarém. O caso foi divulgado com exclusividade no pelo Portal Roma News e está sendo apurado pelas autoridades competentes.

O carro em que Gilson dos Santos Soares, foi alvejado com diversos tiros, nenhum deles atingiu o policial militar. A Polícia Militar realiza diligências para tentar prender os envolvidos no crime. O caso será investigado pela Polícia Civil.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar