NOTÍCIASParáPOLÍTICA

Político do Pará declara fortuna de R$ 448 milhões, com R$ 39 mi em espécie

O empresário Ailson Souto da Trindade, que busca uma cadeira como deputado estadual pelo PP do Pará, declarou ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral) possuir patrimônio de R$ R$ 448.447.364,52, sendo que desse valor constam R$ 39 milhões em dinheiro vivo. A fortuna representa um crescimento exponencial na riqueza de Souto, já que em 2012, quando disputou um cargo público pela primeira vez, o empresário informou à Justiça Eleitoral que seus bens somavam R$ 15 mil.

De acordo com a assessoria de imprensa de Ailson, a atual situação financeira do empresário se deve ao fato de ele ter mudado “completamente o ramo de atuação” da área de eletrônicos para o setor imobiliário. O candidato diz que na última década se dedicou a trabalhar com a compra e venda de lotes de terras, além da construção de imóveis e aluguel de aeronaves, o que resultou na sua fortuna de quase meio bilhão de reais.

“Após a eleição de 2012, o candidato mudou completamente o seu ramo de atuação. Antes empresário do ramo de eletrônicos, hoje ele atua como empresário do setor imobiliário, especialmente na compra e venda de lotes de terra e construção de casas. Obteve sucesso a partir da exploração de atividades, o que propiciou a atuação de outro ramo empresarial como o ligado a aluguel de aeronaves”, disse a assessoria.

O empresário ressalta que suas empresas declaram imposto de renda como PJ (Pessoa Jurídica), “recolhendo a integralidade dos impostos devidos, assim como o candidato pessoa física”. Ainda, o político do PP ressalta que “nunca ocupou cargo ou função pública, sendo o seu patrimônio totalmente proveniente do exercício de sua profissão” como empresário.

De R$ 15 mil a R$ 448 milhões em 10 anos

Quando disputou um cargo público pela primeira vez em 2012, à época como candidato a vereador pelo município de Porto de Moz, distante 416 quilômetros de Belém, Ailson Souto declarou ao TSE que seu patrimônio somava R$ 15 mil: um terreno avaliado em R$ 10 mil e R$ 5 mil em outros bens. Naquele ano, ele obteve apenas 135 votos e não conseguiu se eleger para a Câmara de Vereadores da cidade.

Agora, 10 anos depois, o patrimônio do empresário teve um salto exponencial, cresceu cerca de 29 mil vezes, e soma R$ 448.447.364,52.

Desse total, R$ 39 milhões são em espécie, ou seja, em dinheiro vivo, declarado em “moeda estrangeira”, sem especificar qual.

Por fim, Souto declarou ser dono de um terreno avaliado em R$ 390.000.000,00, e disse possuir R$ 9,1 milhões em joias, quadro, objeto de arte, de coleção, antiguidade, entre outros. O candidato do PP também informou à Justiça Eleitoral ser dono de uma casa avaliada em R$ 350.000,00, aplicação de renda fixa no valor de R$ 7.549.000,00, poupança para construção ou aquisição de bem imóvel de R$ 64,49, e outros bens móveis que somam R$ 1.800.000,00.

Com informações UOL

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar