CRIME

Médico é preso no Rio de Janeiro depois de ameaçar paciente com arma dentro do consultório

Um médico foi preso no Rio de Janeiro depois de sacar uma arma dentro do consultório durante uma briga com um paciente, na quinta-feira, 30. Eles discutiram sobre um exame para detectar o coronavírus.

Os policiais foram chamados e encontram bem mais do que uma arma com o médico.

O paciente teve coronavírus há mais de dois meses. Como estava se sentindo ainda muito cansado, ele marcou uma consulta com o pneumologista Enio Studart, que atende na Barra da Tijuca, na Zona Oeste.

Segundo o paciente, houve um desentendimento entre os dois durante a consulta, o médico abriu uma mochila, apontou uma arma e começou a ameaçá-lo.

O paciente, então, deixou a clínica assustado e chamou a Polícia Militar. Eles foram para a 16ª DP (Barra da Tijuca).

Armamentos – O médico já estava na delegacia dando sua versão dos fatos. Os investigadores, então, confrontaram as versões e estranharam o relato do médico. Eles resolveram investigar e encontraram dentro do carro do médico um revólver, uma pistola, soco inglês, duas facas, munições de diferentes calibres e um carregador de pistola.

O médico foi preso em flagrante por ameaça e porte ilegal de arma de fogo.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar