CRIMENACIONALNOTÍCIAS

Jovem tem rosto cortado enquanto dormia durante viagem em ônibus na Bahia

A estudante de enfermagem Stefani Firmo, de 23 anos, teve o rosto cortado enquanto dormia durante uma viagem de ônibus do Recife (PE) para Salvador (BA). O caso ocorreu na madrugada do dia 29 de novembro, quando o coletivo passava pelo município de Conde, no litoral norte da Bahia. Em entrevista no domingo, dia 4, a jovem relatou que levou 18 pontos no local do corte.

“Sempre que lembro fico abalada, porque eu poderia estar morta. Penso que foi um livramento de Deus, que pensou nos detalhes para que eu dormisse com o edredom até o pescoço e com o óculos no rosto”, detalhou.

Por meio de nota, a Polícia Civil informou que a Delegacia de Proteção ao Turista (Deltur) de Conde instaurou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) para apurar o caso, que foi caracterizado como “lesão leve” pelo médico que atendeu a vítima.

A estudante divulgou imagens da câmera de segurança do veículo, que foram disponibilizadas pela empresa de transporte rodoviário. A gravação mostraria o momento do ataque a jovem no interior do veículo. Sem muita nitidez, o vídeo curto, que Stefani publicou em seu perfil no Instagram, mostra que uma passageira, sentada atrás dela, se levanta durante a madrugada e logo depois volta a se sentar.

Ela acredita que a mulher pode ter sido a agressora que agiu rapidamente enquanto todos dormiam. A jovem diz que essa mulher olhava para ela como se nada tivesse acontecido.

“Ela desceu com a cara cínica do ônibus. Todo mundo falando dela [e ela] parecia uma psicopata. Ela negou [que teria me cortado e ainda afirmou] que não tinha nada a ver com os problemas dos outros”, disse a jovem.

Segundo a vítima, a mulher estava com uma faca de churrasco, uma tesoura e um alicate. Mas os objetos foram encontrados limpos.

Em nota, a Policia Civil informou que “Os laudos periciais são aguardados. Uma faca localizada com a passageira foi encaminhada à perícia, para saber se foi utilizada na ação. Caso seja comprovada a autoria, a mulher poderá ser indiciada por lesão corporal”.

Foi registrado o depoimento dos passageiros que estavam no coletivo e todos foram liberados.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar