DENÚNCIANOTÍCIAS

Coordenadora da Casa Dia é denunciada por atentado contra integridade psíquica do próprio filho

A promotora de Justiça Leane Barros Fiúza de Mello, coordenadora do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOIJ), órgão auxiliar do Ministério Público, encaminhou “denúncia” à promotoria de Infância e Juventude de Belém sobre o caso “Bárbara Pastana”, coordenadora da Casa Dia em Belém.

Para Leane, há indícios concretos de que Bárbara estaria “submetendo o próprio filho a constrangimento psicológico e exposição vexatória nas redes sociais”. E mais, segundo a promotora, esta conduta estaria “infringindo grave sofrimento ao infante”.

Entenda o caso – Na tarde de sexta-feira, 3, a transexual Bárbara Pastana, coordenadora da Casa Dia, órgão da Prefeitura de Belém que cuida da assistência a portadores de HIV, publicou um vídeo, em seu perfil no Instagram e Facebook, e posteriormente apagado, em que expunha seu filho, chorando, após obrigá-lo a usar perucas que ela usa contra a vontade da criança.

Na legenda ela escreveu: “Kkklkkk ele fica louco quando quero pentear minhas perucas e uso a cabeça dele como molde kkkkkkkk”

Bárbara Pastana foi a primeira transexual no estado do Pará a conseguir a adoção de uma criança, na Justiça, que lhe deu ganho de causa.

Perplexos – O vídeo chocou muitos internautas e vários portais de internet, blogs e sites da imprensa alternativa em Belém, deixando a todos perplexos, uma vez que a atitude vexatória e constrangedora partiu da própria mãe que postou o vídeo. Além disso, no vídeo, Bárbara diz que fez isso porque o filho “implicava” com as perucas e maquiagens que ela usa.

Muitas pessoas procuraram as autoridades e denunciaram o caso.

Veja a Matéria divulgada pelo ParaWebNews, na sexta-feira, dia 2.

Estatuto da criança e adolescente – A Lei nº 8.069, conhecida como Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) prevê sanções severas nestes casos, que podem levar, inclusive, à perda do poder familiar, se os atos forem praticados de forma reiterada.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar