POLÍTICAREGIONAL

A campanha surpreendente do Delegado Eguchi

Belém definiu neste domingo, 15, os dois candidatos que vão disputar o segundo turno no dia 29 de novembro: Edmilson Rodrigues (PSOL) com 34,24% e o Delegado Federal Eguchi (Patriotas) com 23,06%.

Em meio à campanhas milionárias e candidatos já bem conhecidos da política paraense, chama atenção a surpreendente ascensão de Delegado Eguchi, até então, apenas um desconhecido apoiador do presidente Bolsonaro que pouco aparecia nas pesquisas de opinião.

Com pouco tempo de TV, e com uma campanha modesta, o Delegado termina o primeiro turno com expressiva votação. Foi uma campanha espontânea que cresceu nas redes sociais e foi despertando interesse da população nas ruas (em algumas esquinas da cidade, era possível encontrar camisas com o rosto do delegado sendo vendidas por camelôs).

Para quem apostou que a influência da máquina do município e do estado poderiam fazer diferença, se enganou redondamente, Eguchi surgiu como uma terceira via e logo ganhou a confiança do eleitor.

O resultado do primeiro turno mostra que a polarização que seria esperada em um segundo turno, ocorreu desde já, deixando os dois polos, da direta e esquerda, na disputa à prefeitura de Belém.

Em vídeo divulgado em suas redes sociais, logo após sair o resultado das urnas, o candidato disse que venceu a primeira batalha e que “foi provado nas urnas que as pesquisas eram manipuladas. Provamos que Belém é conservadora e não aguenta mais essa bandalheira”

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar