BELÉMCORONA VÍRUS

Zenaldo diz que ocupação de leitos em Belém é baixa, mas pede que população continue tomando cuidado

Na tarde desta quarta-feira, 21, o prefeito Zenaldo Coutinho (PSDB) fez uma live para atualizar os dados da pandemia na capital paraense. Segundo ele, a ocupação de leitos está em baixa, mas a procura por testagem na rede municipal aumentou. Mesmo com os números em queda, o prefeito reforçou a necessidade de manter os cuidados para evitar uma nova onda de contaminação.

Segundo os dados do setor de Urgência e Emergência, da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), até ontem, 20, a ocupação de leitos da rede hospitalar estavam assim: no  Hospital e Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti, PSM da 14, não há nenhum paciente internado com covid-19. No Hospital Geral de Mosqueiro, há apenas um paciente internado por causa do novo coronavírus. No Hospital Dom Zico, com 60 leitos exclusivos para a doença, há 22 pacientes internados.

Nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) o número também segue em baixa. Na UPA da Terra Firme, nenhum atendimento com a necessidade de internação para tratar a covid-19 foi registrado. O mesmo foi observado na unidade de Icoaraci. Nas UPAs da Sacramenta e na da Marambaia, há uma pessoa internada. Já na unidade do Jurunas, apenas uma pessoa precisou de internação.

“Estamos tranquilos quanto a ocupação na rede hospitalar de Belém. Porém, na rede particular, o número de internações aumentou. Com isso, aumentou também o percentual de positivados, ou seja, estamos tendo uma maior quantidade de pessoas positivando para a covid-19. A procura pela testagem também aumentou. Nossas unidades fazem a testagem, mas vale lembrar que não se deve aglomerar”, disse Zenaldo.  

Os belenenses atravessaram o pico da covid-19 entre os meses de abril e maio. Só na primeira semana de maio, 69% das pessoas testadas, foram positivadas com a doença. Na segunda, 42%; e em junho registrou-se uma queda, atingindo 14%. Uma estabilidade foi percebida em julho, com 11%. Mesmo com a reabertura de atividades econômicas, os números se mantiveram na média.

Boletim epidemiológico

Segundo os dados do boletim epidemiológico divulgados, ontem, 20, pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), há em Belém 40.095 casos positivos e 2.219 óbitos registrados desde o início da pandemia.

Fonte Roma News

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar