BELÉMNOTÍCIASPOLÍTICA

Titular da SEAP demite jornalista da comunicação e nomeia pastor evangélico com passagem por presídio

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (SEAP) está com uma batata quente nas mãos. Para surpresa da jornalista Elck Oliveira, que era a titular da comunicação da SEAP, e dos colegas da comunicação dessa pasta, ela foi exonerada do cargo. Tudo certo, tudo bem, quando se sabe que cargos DAS são assim mesmo.

Aproveitando a ausência da secretária de comunicação do Estado, Vera Oliveira, que estava em missão de trabalho com o governador por Davos, na Suíça, o titular da SEAP, coronel da Polícia Militar Marco Antônio Sirotheau, exonerou a jornalista Elck e nomeou pra o cargo o pastor evangélico Valber Luiz Barbosa Duarte, que, logicamente, não é jornalista.

Nesse meio tempo, alguém dentro da SEAP resolveu fazer uma pesquisa no Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen), e descobriu que o tal pastor, de confiança do secretário, já foi preso e está lá a ficha dele.

Ex-presidiário – Valber Duarte, cujos dados pessoais o apontam como empresário, de 52 anos, com apenas ensino médio, foi candidato a vereador no município de Santa Bárbara pelo PTB nas eleições de 2016.

E preso em 2009 no Presídio Estadual Metropolitano III, de onde saiu, com alvará de absolvição, seis meses depois, expedido pela 6ª Vara Penal de Belém pelo juiz Elder Lisboa. Diz a ficha que foi preso por roubo.

Uma pesquisada rápida no nome desse pastor Valber Luiz Barbosa Duarte na internet, se descobre que ele já foi DIRETOR DE ADMINISTRAÇÃO E FINANÇAS no Instituto de Metrologia do Estado do Pará (Imetro), nomeado no dia 8 de julho de 2021.

Passagem do pastor Valber pelo Imetro

Segundo a coluna do jornalista Olavo Dutra, que é muito bem-informada, Valber teria se apresentado como tal [ex-presidiário] à direção do Sistema Penal, sob o comando do coronel da Polícia Militar Marco Antônio Sirotheau, mas houve uma reviravolta, de modo que, ontem [terça-feira, 24], sua confirmação no cargo de “assessor de comunicação” ainda dependia de algumas negociações e arranjos.

Um outro detalhe que está chamando à atenção é que o secretário Marco Antônio Sirotheau, ao invés de ‘tomar providências’ e se livrar do pastor, está buscando quem vazou a ficha de Valber e colocar o pesquisador na rua.

Com informações dos sites Dedé Mesquita e Coluna Olavo Dutra

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar