BELÉMEDUCAÇÃONOTÍCIAS

SeMOB inicia o cadastramento estudantil para emissão de meia-passagem

A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (SeMOB) começou nesta segunda-feira, 3, o cadastramento estudantil 2021 para a emissão da primeira via da meia-passagem. Através da Coordenadoria de Atendimento ao Usuário (COAU), a SeMOB vai oficiar às escolas da rede pública (estadual, municipal e federal) e particular para encaminharem a relação dos alunos matriculados, estabelecendo prazos.

Segundo a coordenadora do COAU, Patrícia Ellen Conceição, o envio dessa relação deve ser feito de forma online. Posteriormente, um representante da escola, autorizado no sistema Passe Fácil, deverá confirmar a lista, presencialmente, no posto de atendimento, localizado no mercado de São Brás. “Somente após isso, o aluno poderá procurar a emissão do cartão, fazendo o agendamento no endereço sis.passefacil.com.br/WebAgendamentoBel”, explicou.

O atendimento para a emissão da primeira via da meia-passagem estudantil será agendado, com o objetivo de atender aos protocolos de segurança sanitária a evitar aglomerações e a contaminação pelo Covid-19. A expectativa é realizar cerca de 280 atendimentos diários. 

Para solicitar a carteira de meia-passagem estudantil, o estudante deve se dirigir ao posto de atendimento no mercado de São Brás, na data e hora agendadas, munido de documento de identidade, uma foto 3×4 e comprovante de residência. 

Outros atendimentos – A coordenadora do COAU explicou que, atualmente, o posto do Passe Fácil instalado no mercado de São Brás está funcionando na emissão de segunda via da meia-passagem estudantil, primeira e segunda vias do Cartão Sênior e segunda via do Cartão Especial. Em média, são feitos de 150 a 200 atendimentos por dia, no Mercado de São Brás, no horário de 8 às 16 horas. “Esse atendimento não é agendado”, esclareceu.

Documentos – É importante informar que para a emissão de segunda via de cartões de meia-passagem, o estudante deve apresentar documento de identidade, comprovante de residência, uma foto 3×4, Boletim de Ocorrência ou o cartão inutilizado e declaração da escola, que tem validade de um mês. 

Já a primeira via do cartão Passe Fácil Sênior é necessária a apresentação de documento de identidade, uma foto 3×4 e comprovante de residência. Para a segunda via, além disso, o Boletim de Ocorrência ou cartão inutilizado e taxa paga de R$ 36,00. O mesmo para a segunda via do cartão Passe Fácil Especial.

A coordenadora do COAU avisa que esses atendimentos realizados no posto Passe Fácil, no mercado de São Brás, de segunda via dos cartões de meia-passagem, Sênior e Especial e primeira via do cartão Sênior também podem ser feitos no posto Bel Fácil da SeMOB, localizado no Parque Shopping, na Augusto Montenegro.

Fonte: SeMOB/ Agência Belém

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar