BELÉMNOTÍCIAS

Novembro Roxo: Prematuridade e a importância do contato pele a pele

No mês de novembro ocorre, em todo o mundo, ações de sensibilização para a prematuridade. A data que marca a campanha é o dia 17, contudo, a conscientização é intensificada durante todo o mês.

O objetivo do Novembro Roxo é o de alertar sobre as particularidades do bebê prematuro e as ações que podem ser realizadas durante o período intra-hospitalar.

É considerado prematuro o bebê que nasce antes de 37 semanas. Segundo o Ministério da Saúde, o Brasil ocupa o 10º lugar entre os países com os maiores registros do caso. Em todo o mundo, são 15 milhões de crianças que nascem prematuras todos os anos. E a prematuridade constitui a primeira causa de morte em crianças menores de 5 anos.

Para a pediatra, Dra Camila D’Macêdo, um dos pilares fundamentais é a realização do contato pele a pele para o ganho de peso, estímulo sensorial e motor, além de vínculo. “Estando diretamente relacionada com menor tempo de internação hospitalar e diminuição da taxa de mortalidade, segundo estudo da OMS”, completa a profissional.

Esse ano a ONG Prematuridade lançou a campanha Separação Zero, que incentiva e cobra que as maternidades se adequem para a realização do Método Canguru, já preconizado pelo Ministério da Saúde.

Quem já viveu essa experiência de ter um bebê na UTI sabe o quanto é angustiante não poder carregar seu filho e o quanto isso impacta tanto para a saúde psicológica da mãe quanto para o desenvolvimento do bebê.

Então é importante que as famílias de bebês prematuros se engajem na campanha para que juntos possamos promover um ambiente mais acolhedor intra hospitalar para os pais e bebês prematuros.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar