NACIONALNOTÍCIAS

Jean Wyllys anuncia filiação ao PT e diz que pode voltar ao Brasil

O ativista e ex-deputado federal Jean Wyllys anunciou publicamente na quinta-feira, 20, que vai se filiar ao Partido dos Trabalhadores (PT). Para marcar a mudança de legenda, será realizada uma cerimônia virtual com a presença de lideranças sociais do Brasil e do exterior. Desde 2019, Wyllys está exilado em razão do aumento das ameaças de morte contra ele.

“As pesquisas mostram que Lula é o único capaz de tirar Bolsonaro do poder. Agora é hora formar uma frente democrática, não fragmentá-la”, disse o ativista em entrevista à jornalista Jana Sampaio, da revista Veja.

“Da política ampla não vou sair nunca, até porque sou um estudioso que analisa o que vem acontecendo no Brasil, mas não tenho o desejo de voltar a concorrer. Hoje, o que quero é ajudar a reconstruir o Brasil e abraçar a minha mãe”, afirmou.

Ataques – “Estava sendo vítima de uma série de ataques. Fui obrigado a deixar o país porque a Marielle, minha amiga e companheira de partido que vivia na mesma cidade que eu, foi executada sem receber uma ameaça de morte sequer e eu tinha várias delas. O exílio tirou de mim o convívio com os amigos e a família”, completou.

Cerimônia – Uma cerimônia virtual será realizada na segunda-feira, 24, para formalizar a entrada na legenda. Entre os participantes estarão o ex-presidente Lula; a ex-presidente Dilma; a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann; a ex-presidente da Anistia Internacional da França, Geneviève Garrigos; a prefeita de Barcelona, Ada Colau; o ativista James Green e a ativista Anielle Franco, irmã da vereadora Marielle Franco.

Wyllys foi eleito deputado federal pelo PSOL em três oportunidades. Na última, acabou não assumindo em razão da multiplicação das ameaças. Inicialmente, ele diz que não pretende se candidatar pelo PT.

Fonte: G1

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar