BELÉMNOTÍCIAS

Estudantes e professores param aulas em escola municipal contra casos de Covid-19

Belém (PA) – Professores e estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental Josino Viana, localizada na Lomas Valentinas com Pedro Miranda, na Pedreira, decidiram suspender as aulas por tempo indefinido – e por conta própria -, após realizarem um ato na manhã dessa quinta-feira, 22, para chamar a atenção para o aumento de casos de contaminação pela Covid-19 nas escolas municipais em Belém. Segundo eles, há casos comprovados nessa escola.

O ato na frente da escola começou às 10h e foi feito de forma tranquila, até 11h, com cartazes e ações nos sinais do cruzamento em frente ao estabelecimento. A comunidade escolar exige a suspensão das aulas presenciais, a sanitização do espaço e a testagem de todos na escola, de alunos e trabalhadores.

“Ontem [quarta-feira, 21] um professor da sala de informática testou positivo para a Covid-19 e outra professora aguarda resultado de teste, com suspeita, além de familiares de alunos com Covid-19. O ato é contra o retorno às aulas e pedindo o fechamento das escolas enquanto não houver segurança para voltar”, disse a professora Taissa Barbosa.

“A comunidade escolar não quer voltar. Não temos equipamentos de segurança e a higienização e desinfecção da escola são feitas pelos próprios funcionários. Não há acompanhamento da Semec e nem recebemos orientações para os colegas infectados. Nós estamos perdidos”, enfatiza Taissa.

“Estamos denunciando para a comunidade da Pedreira e da escola a situação de termos professores com casos positivos de Covid-19 na escola, e a direção se recusa a suspender as aulas. Isso coloca em risco a vida de todos que estão aqui. Na rede municipal, 36 escolas têm testes positivos para a Covid-19. Isso não é qualquer coisa, porque as escolas são pontos de aglomeração. A Prefeitura Municipal de Belém não paralisa as aulas e não sabemos a que ponto essa irresponsabilidade vai chegar”, avalia Miriam Sodré, secretária-geral do Sintepp, que estava no ato.

Aulas suspensas – Após o ato, encerrado às 11h em frente à escola Josino Viana, o Sintepp informou que as aulas na escola foram suspensas indefinidamente. Um documento sobre a decisão foi apresentado à direção do estabelecimento.

Segundo o Sintepp, nesta sexta-feira, 23, também ocorrerá uma assembleia que decidirá se a categoria dos professores e funcionários da educação municipal farão uma “greve sanitária” frente à situação dos casos de Covid-19 nas escolas. Será às 18 horas, de forma virtual.

A redação integrada de O Liberal segue apurando mais informações e está entrando em contato com a Secretaria Municipal de Educação de Belém (Semec) e com a Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) para saber que providências serão tomadas. 

Fonte: O Liberal

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar