NOTÍCIAS

Padre bolsonarista vai parar na delegacia após ser impedido de se vacinar

Um sacerdote identificado como Josinei dos Santos Lopes foi impedido de receber a vacina contra a covid-19, no município de Igarapé-Miri. O caso ocorreu na última segunda-feira, 21, e ganhou as redes sociais após o padre publicar um vídeo afirmando que não seria vacinado por não ter levado o documento físico do Cadastro de Pessoa Física (CPF).

De acordo com o padre, a enfermeira Ana Lusia Barbosa Maia, responsável pela vacinação, não deixou o religioso se vacinar e o tratou mal. Após a confusão no local, o sacerdote registrou um boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia Civil do município.

“A enfermeira chamou o guarda municipal, que me empurrou e me tirou do salão. Eu acredito que seja perseguição política, tendo em vista que sempre estou cobrando melhorias para o nosso povo”, disse o religioso em um vídeo compartilhado na web.

Veja o vídeo

https://www.facebook.com/watch/?extid=NS-UNK-UNK-UNK-IOS_GK0T-GK1C&v=171029648252436

Apoiador do presidente Jair Bolsonaro, o padre concorreu ao cargo de vereador em 2018 no município de Igarapé-Miri, pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), do vice-presidente Hamilton Mourão, e obteve 35 votos.

Além disso, Josinei dos Santos Lopes é padre na Igreja Católica Carismática, que não possui nenhuma relação com a Igreja Católica Apostólica Romana.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar