BELÉMDENÚNCIANOTÍCIASO ED VOLTOU!

Moradores de Outeiro denunciam obra da prefeitura que pode jogar esgoto na praia Grande

Os moradores do Distrito de Outeiro, em Belém, estão temerosos com uma obra de infraestrutura feita pela prefeitura na rua Franklin de Menezes.

O ponto de descarga da rede de drenagem implantada na rua está sendo direcionado para a Praia Grande. Moradores denunciam que isso vai se tornar um ponto de fluxo de esgoto para a praia Grande, a mais frequentada de Outeiro.

“Pelo jeito o Edmilson Rodrigues, prefeito de Belém, não gosta de Outeiro e nem se suas praias, olha essa obra! Todo o esgoto da Rua Franklin de Menezes será despejado na Praia Grande. Me pergunto até quando sofreremos com esse descaso. Nossa única fonte de renda sendo destruída por essa gestão. Ah, antes que os defensores venham dizer que é drenagem, quero lembrar que toda a área da descida da Praia é alagada e os moradores já despejam seus esgotos na rua que desce por um córrego e percorrer um longo caminho até chegar a Praia, passando por uma área que filtra e ameniza os efeitos contaminantes. Agora esse esgoto será lançado diretamente na Praia. Uma verdadeira vergonha”, denunciou um morador.

Máquinas da prefeitura cavam um buraco gigantesco no Estacionamento da praia Grande para colocar a tubulação.

PREFEITURA NEGA

Em nota, a prefeitura classifica a denúncia como “fake news” de que a obra na “realizada na rua Franklin de Menezes iria provocar um crime ambiental no distrito de Outeiro e colocar em risco a saúde dos banhistas, a Administração Regional de Outeiro (Arout) explica que a obra da rua Franklin de Menezes está sendo realizada pela Prefeitura de Belém para resolver o problema crônico de alagamento na via.Por meio da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan), a Prefeitura está instalando o sistema de drenagem pluvial (drenagem das águas das chuvas), com a instalação de galerias (tubulações) que vão seguir até a praia Grande”.

De acordo com a nota, “a obra estruturante, além de resolver os problemas causados pelos alagamentos, vai permitir que a nova rua Franklin de Meneses receba pavimentação asfáltica, calçamento, e um moderno sistema de iluminação pública e portanto não oferece nenhum risco ao meio ambiente ou à população moradora ou visitante do distrito”.

REDE DE DRENAGEM DE BELÉM SOFRE COM DESPEJO DE ESGOTO

Belém tem um dos piores saneamento básico do Brasil, de acordo com o Instituto Trata Brasil. Na questão de esgotamento sanitário, a situação de Belém é ainda mais crítica. Estima-se que na cidade apenas 13% da população da capital paraense receba atendimento de coleta de esgoto, e 0,8% dos esgotos de Belém são tratados, praticamente nada do esgoto da cidade recebe tratamento. Em vários pontos da cidade, inclusive em áreas nobres e turísticas, é possível ver esgoto a céu aberto. Quando não, a rede de drenagem serve como local para despejo de esgoto.

Esses índices revelam há desafios enormes na cidade para serem enfrentados, até porque Belém ocupou as últimas posições do Ranking. As vantagens da expansão da rede de esgoto são diversas: desde a valorização imobiliária, econômica e educacional até a diminuição da proliferação de doenças que coloca em risco à saúde e a qualidade de vida de toda população.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar