NACIONALNOTÍCIAS

Live contra Bolsonaro reúne presidenciáveis de centro e PT

Cinco dos pré-candidatos ao Planalto para 2022, quais sejam: João Dória, governador de São Paulo, Eduardo Leite, governador do Rio Grande do Sul, Ciro Gomes, ex-ministro da Fazenda, e Luciano Huck, apresentador de televisão, além de Fernando Haddad, ex-prefeito de São Paulo, participaram neste final-de-semana, pela primeira vez, de um encontro virtual para debater os desafios do Brasil após assinarem um manifesto conjunto em defesa da democracia, em 31 de março.

Certamente não faltaram críticas ao presidente Jair Bolsonaro e seu governo, uma vez que a própria criação do movimento deveu-se à divulgação de nota, pelo então ministro da Defesa, general Braga Neto, em comemoração ao movimento de 1964 que iniciou o regime militar no Brasil.

O PT, embora não haja assinado o manifesto, participou da live, que contou com o petista Fernando Haddad.

Apesar de divergências ao longo do debate no que consideraram as prioridades para a economia brasileira, o ambiente da conversa foi amigável. Todos se uniram em críticas ácidas ao presidente.

Criticou-se a conduta do governo federal na gestão da pandemia e em áreas sensíveis ao desenvolvimento do País, como meio ambiente, relações exteriores e educação

Dentre as críticas, a mais dura partiu de Ciro Gomes (PDT) que afirmou que o presidente tem a intenção de formar “uma milícia para resistir, de forma armada, à derrota eleitoral“. 

Ele, João Doria (PSDB), Eduardo Leite (PSDB), Fernando Haddad (PT) e Luciano Huck (sem partido), que já haviam participado antes do painel de encerramento da sétima edição da Brazil Conference at Harvard & MIT, evento organizado pela comunidade de estudantes brasileiros de Boston (EUA), em parceria com o jornal O Estado de S. Paulo, propuseram  “convergência” num projeto de País e para derrotar Bolsonaro na eleição de 2022.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Fechar