CULTURA PARAENSENOTÍCIASParáREGIONAL

Fafá de Belém participa de ensaio nua para a Vogue Brasil

Fafá de Belém compartilhou um ensaio fotográfico inusitado nas redes sociais. Nesta última quinta-feira, dia 26, a artista apresentou ao público um trabalho que integra o projeto InVogue, o primeiro livro da Vogue Brasil, em que 52 mulheres que apreciam a moda são destacadas com fotos e entrevistas exclusivas. O ensaio foi concebido sob a habilidosa lente do fotógrafo Bob Wolfenson.

Na imagem, Fafá de Belém posa de forma despojada, sentada em um banco, com seus característicos cabelos brancos acentuados – a foto está disponível para visualização na sequência do texto.

A intenção da artista ao participar deste projeto não se concentra em causar impacto ou chocar, mas sim em consolidar a narrativa da jornada da jovem Fafá, que deixou Belém há meio século, mantendo a autenticidade que sempre a caracterizou e nunca teve receio de seu próprio corpo. Nas palavras da cantora: “A intenção não é chocar, é apenas a confirmação de uma história da menina Fafá que saiu de Belém há 50 anos, do seu jeito, e que nunca teve vergonha de seu corpo”.

Fafá de Belém expressou sua apreciação pelo trabalho do fotógrafo Bob Wolfenson, com quem compartilha uma sólida confiança. A colaboração entre eles buscou retratar a sensibilidade e a autenticidade da mulher de 67 anos, e a cantora paraense expressou sua gratidão: “Fomos buscando um caminho em que a foto dessa mulher de 67 anos fosse sensível e verdadeira”.

O projeto InVogue, que contou com três meses de produção, reúne nomes criativos de destaque no cenário brasileiro. Além de Fafá de Belém, o livro destaca a presença de outras figuras como Carol Ribeiro, Rafa Kalimann, Alcione e Teresa Cristina.

Fafá de Belém refletiu sobre sua trajetória e sua singularidade em relação aos padrões de beleza da sociedade. A cantora, que sempre se destacou por suas curvas e estilo autêntico, mencionou sua inspiração na atriz italiana Sophia Loren, que a ajudou a reconhecer seu próprio corpo como uma força libertadora. “Eu sempre fui grande, tenho muito peito, bunda, ombros largos, e isso me tirava dos padrões da sociedade. Eu me lembro ainda muito jovem, quando vi um filme com a Sophia Loren, e ela usava um decote que valorizava muito seus seios. Ali eu tive um estalo e pensei: Yes! I can!. Foi transformador e muito importante pra que eu ficasse mais segura”, disse a artista em entrevista ao portal gshow em 2022.

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar