NOTÍCIASParáREGIONAL

Pará é responsável por 52,3% da movimentação econômica no setor da construção civil no Norte

A participação do Pará no valor de incorporações e serviços da construção civil subiu de 33,9% em 2011 para 52,3% em 2020. É o maior ganho percentual entre os estados da região Norte. É o que revela  a Pesquisa Anual da Indústria da Construção (PAIC), divulgada nesta quarta-feira (15) pelo Instituto de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2020, o valor de incorporações e serviços da construção civil movimentou no Pará cerca de R$9,3 bilhões contra R$8,02 bilhões em 2019. O crescimento aconteceu mesmo o ano de 2020 ser marcado pelo início da pandemia da Covid-19, com restrições e dificuldades para conseguir insumos básicos. Com isso, o Pará ocupa a 9º posição entre as 27 unidades da federação.

De acordo com o IBGE, o setor de construção civil emprega 59.704 pessoas no Pará. Quase 9 mil trabalhadores a mais que em 2019. A massa salarial em 2020 paga setor gira em torno de R$1,8 bilhões com 765 empresas atuando em todo o estado do Pará.

“Apesar dos efeitos gerais negativos da pandemia, o setor de construção teve um desempenho diverso.  Decretos federais, estaduais e municipais incluíram a construção no rol de atividades essenciais, possibilitando a continuidade das obras durante a pandemia. Políticas públicas de estímulo à economia e de subsídios para a manutenção de empregos podem ter minimizado os efeitos da crise”, resume Marcelo Miranda, coordenador da pesquisa.

Ele observa que, em 2020, o Produto Interno Bruto (PIB) caiu 3,9%. No entanto, analisando-se o índice do volume de vendas de materiais de construção, verifica-se uma alta de 10,8% de acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC).  

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar