ESPORTENOTÍCIAS

Campeonato Paraense de Futebol é liberado pelo STJD e disputa começa no fim de semana

O Campeonato Paraense de 2023 vai começar neste fim de semana, mas não com todas as partidas. Na terça-feira, dai 31, o pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) decidiu cassar parcialmente a liminar que suspendeu o torneio no dia 20 de janeiro. De acordo com a nova decisão, o torneio poderá iniciar, mas sem os jogos do Bragantino. 

Dessa forma, a primeira rodada do campeonato permanece praticamente inalterada. Como atual campeão estadual, o Remo enfrentará o Independente de Tucuruí, no Baenão, na partida de abertura. Por sua vez, o vice-campeão paraense, o Paysandu, que enfrentaria o Bragantino, na Curuzu, terá o jogo inicial adiado. 

As datas e horários da primeira rodada do Parazão 2023 devem ser divulgadas em breve pela Federação Paraense de Futebol (FPF). 

Julgamento – Os votos dos sete magistrados acompanharam parcialmente a posição do relator do processo, Jorge Ivo Amaral. De acordo com ele, o grande culpado do adiamento do Parazão 2023 foi o Tribunal de Justiça Desportiva do Pará (TJD-PA), que não publicou o resultado do julgamento do caso Paragominas antes do recesso de final de ano. 

Apesar disso, o relator do caso alegou que a prorrogação de suspensão do campeonato poderia causar danos às equipes, atletas, árbitros e ao calendário do futebol brasileiro. Por conta disso, recomendou que os colegas determinassem o retorno do torneio, mas sem as partidas do Bragantino, clube que ainda poderá ser punido ao final do processo. 

“Vislumbro mais problemas se esse campeonato não começar logo, haja vista que o torneio pode nem ocorrer neste ano. Presidentes dos clubes me ligaram, o sindicato dos árbitros também. Eles pedem para voltar a jogar e obter, dessa forma, condições para seu sustento”, explicou o relator, que continuou. 

Entenda o caso – O Parazão 2023 está suspenso desde o dia 20 de janeiro. Na ocasião, o Paragominas, clube rebaixado à Segunda Divisão estadual em 2022, recorreu ao Superior Tribunal pedindo a manutenção na elite.

Ao STJD, o Paragominas alegava irregularidades envolvendo dois jogadores: Guga e Hatos. Após serem expulsos e punidos pelo TJD-PA por atos de indisciplina praticados quando jogaram a Segundinha pelo Itupiranga, em 2021, os atletas disputaram partidas por outros clubes no Parazão de 2022 e não cumpriram as devidas suspensões.

Fonte: O Liberal

Etiquetas

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar